Como promover a redução de custos em centros logísticos: veja dicas

Para melhores resultados nos centros logísticos, os gestores precisam aplicar a redução de custos.

Os centros logísticos contam com uma série de atividades e operações que podem gerar altos gastos e proporcionar grandes dores de cabeça para os gestores. Assim, é importante entender como promover a redução de custos nos processos logísticos, sem impactar a qualidade e a eficiência dos serviços prestados.

Vale destacar que a atuação dos centros logísticos teve ainda mais importância nos últimos tempos, com o crescimento das compras online e do comércio eletrônico. Segundo pesquisa do Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital, o e-commerce brasileiro teve alta de 73,88% em 2020, em relação a 2019.

Assim, o centro logístico desempenha papel significativo no sucesso das empresas a partir da movimentação rápida e eficiente das mercadorias dos fabricantes, distribuidores e varejistas, com entregas dentro dos prazos para os respectivos clientes.

Ao mesmo tempo, ao atender várias empresas em um centro logístico, é preciso ter uma gestão muito cuidadosa para separação, organização e destinação adequada de produtos, garantindo a agilidade das operações internas e dos envios dos itens. Inclusive, 38% das marcas dizem ter muitas dificuldades com a gestão de entregas, de acordo com estudo da CNI.

E, para que as empresas de logística sejam bem-sucedidas, tenham bons resultados, maior lucratividade e cresçam, os gestores devem buscar processos eficientes e com redução de custos.

Apesar de muitas vezes a economia nos processos dos centros logísticos parecer uma meta distante de alcançar, a gestão tem cada vez mais possibilidades de implementar ações para tornar a operação mais enxuta, cortar custos, eliminar desperdícios e atividades que não agregam valor. 

Vamos entender melhor a seguir!

Leia também: Como fazer gestão de fornecedores no setor industrial

Quais os principais custos dos centros logísticos?

Para garantir maior economia nos centros logísticos, o primeiro passo é conhecer todos os custos relacionados aos processos. Só assim, é possível planejar melhores práticas, executá-las e garantir o controle adequado.

Então, é necessário realizar o mapeamento de todas as suas operações. Mas, de forma geral, vamos apresentar os gastos principais associados:

Custos de estoque: trata-se do recurso financeiro utilizado para assegurar o estoque necessário de matérias-primas e das mercadorias, evitando excesso de produtos ou a sua falta, promovendo a disponibilidade para entregas.

Movimentação interna: representa os valores empregados nos processos produtivos internos, seja com aquisição e manutenção de maquinários e empilhadeiras, equipe de funcionários, caminhões, recursos tecnológicos e outros.

Armazenamento: engloba todos os recursos investidos para recebimento, armazenamento e despacho de matérias-primas e produtos em geral, a depender do que o seu centro logístico trabalhar.

Transporte: este custo se refere ao deslocamento das mercadorias, seja para entrega em clientes, outros centros de distribuição, portos, lojistas, entre outros, a depender dos serviços da sua empresa. 

Conheça as principais práticas para a redução de custos logísticos

Com os gastos acima mapeados, fica mais fácil para os gestores adotarem medidas para se tornarem mais eficazes e atingirem o objetivo da redução de custos na prática. Então, vamos às principais ações:

1. Mapeamento das operações

Cada setor de custo nos centros logísticos possui diversos processos. Para buscar formas de economia, vale a pena monitorar as operações para identificar gargalos, desperdícios e possíveis oportunidades de melhoria. Assim, com operações mais ágeis e produtivas, caem os gastos.

2. Estudo das rotinas de entrega

Durante as entregas, é possível ocorrer diversos erros que resultam em gastos extras, como o despacho separado de produtos que fazem parte da mesma compra ou o envio de pedidos trocados. Outro problema comum é a definição de rotas mais econômicas, considerando as distâncias, os pontos de entrega, o volume de cargas, entre outras questões.

Por isso, ao estudar todos esses pontos corretamente, é possível gerar redução de custos nos centros.

3. Análise de transportadoras

Para otimizar valores de transporte, é importante ter contato com várias opções de transportadoras para não depender das condições de apenas um fornecedor. Assim, você pode negociar preços melhores, flexibilidade no volume de carga e regiões de entrega.

4. Meios de entrega alternativos

Na redução de custos, os centros logísticos devem avaliar também os seus itens de entrega e, a depender do volume dos produtos, pode ser mais lucrativo realizar o transporte e entrega por meio de um modal alternativo, como motos e bikes.

5. Uso da tecnologia

Com soluções tecnológicas, os gestores conseguem maior eficiência nas operações logísticas, agilidade nas entregas, redução de desperdícios e, consequentemente, redução de custos.

6. Previsão de demanda

Uma das melhores práticas para centros logísticos é fazer o estudo da previsão de demanda de acordo com dados da área comercial, como histórico de vendas, comportamento do mercado, giro dos produtos e tendências de compra dos clientes. Assim, é possível estimar a procura dos consumidores nos próximos meses e ter um estoque condizente com a demanda.

7. Acompanhamento dos indicadores de desempenho

Para monitorar como estão os custos, se os objetivos de economia são atingidos e outros aspectos do negócio, é fundamental usar indicadores de desempenho na gestão dos centros logísticos. Entre os principais, vale citar: custos de estoque, custos com frete, índice de avarias e extravios, quantidades de reentregas etc.

Tais métricas permitem analisar a atuação da equipe, identificar falhas nos processos e realizar melhorias.

8. Eliminação de trabalho não produtivo

Diversas atividades são ineficientes, repetitivas e não agregam valor ao negócio. Então, é preciso ver quais são essas ações por meio de um diagrama de fluxo, considerando as entradas e saídas de mercadorias, conferências, movimentações, montagem de carga, entre outras.

Assim, é possível identificar oportunidades e realizar mudanças para otimizar processos e eliminar o trabalho improdutivo, como por exemplo, reconfigurar o mapa de localização do estoque.

9. Investimento na terceirização de serviços

A terceirização de serviços gera diversos impactos positivos para as rotinas de centros logísticos, como otimização de processos, maior eficiência e produtividade, redução de custos e a gestão ainda pode se focar no seu negócio. 

Uma série de atividades pode ser terceirizada, como a frota, que é um elemento importante no centro logístico, mas também outras tarefas essenciais para manter a empresa funcionando plenamente, como a higienização e limpeza, a segurança e o restaurante corporativo.

Inclusive, vale a pena apostar em uma gestão de multisserviços para gerar ainda mais economia com os serviços integrados.

Conheça a Resolv

Para garantir que suas operações do centro logístico aconteçam perfeitamente e você, como gestor, fique focado nas estratégias de negócios, a Resolv é o parceiro ideal para te ajudar.

Com 25 anos de mercado, oferecemos uma gestão completa de multisserviços para centros logísticos com as soluções de Facilities (higienização e desinfecção de ambientes), Segurança (proteção inteligente) e Alimentação (restaurantes corporativos). 

Desenvolvemos projetos personalizados que cabem dentro do seu orçamento, atendem às suas necessidades e ainda geram economia. Com mais de 6 mil funcionários, investimos em treinamentos e garantimos serviços com qualidade e eficiência. 

Estamos preparados para te ajudar! Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais sobre nossos serviços!

Acessibilidade nas empresas: conheça 5 práticas essenciais para PcD
Como melhorar a acessibilidade nas empresas para PcD? Saiba como oferecer as melhores condições!
Saiba mais
Desinfecção de superfícies: 5 motivos para investir em treinamento da equipe
Saiba como o treinamento da equipe pode alcançar melhores resultados na desinfecção de superfícies
Saiba mais
Como contratar uma empresa terceirizada em 5 passos
Para ter serviços de qualidade em empresas é preciso saber como contratar uma empresa terceirizada
Saiba mais