Como a alimentação no local de trabalho promove a qualidade de vida nas empresas

Como oferecer uma alimentação no local do trabalho balanceada para garantir a produtividade

O restaurante corporativo da sua empresa oferece que tipo de alimentação no local de trabalho? Será que os colaboradores contam com refeições que cumprem todos os requisitos energéticos e nutritivos para garantir uma boa produtividade e performance?

Afinal, não basta oferecer um serviço de alimentação. É importante que o restaurante corporativo proporcione refeições saudáveis

Assim, com uma boa alimentação, é possível promover a qualidade de vida e o bem-estar dos profissionais, diminuindo problemas de saúde, aumentando a satisfação e o rendimento da equipe.

Quer saber a importância dessa alimentação adequada, o impacto no desempenho dos colaboradores e os benefícios de se preocupar com eles? Vamos ver a seguir!

Leia também: Restaurante corporativo: como se adaptar ao novo normal

Quando as empresas devem disponibilizar restaurantes no local de trabalho?

Antes de mais nada, vamos entender as principais regras para as refeições no ambiente de trabalho. Não há legislações que garantam a obrigatoriedade de fornecer benefícios de alimentação, exceto no caso de acordos coletivos assinados com sindicatos.

Então, as empresas precisam seguir o Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), desenvolvido pelo antigo Ministério do Trabalho, hoje Ministério da Economia, que é responsável por fiscalizar o cumprimento das normas.

Basicamente, o PAT determina que as organizações com mais de 300 funcionários devem contar com um refeitório ou restaurante nas instalações. Já, ao tratar de negócios com um quadro de 30 a 300 colaboradores, é necessário manter o conforto para as refeições.

Outras regras do programa estabelecem a contratação de nutricionistas para a produção de uma dieta equilibrada e rica. Além disso, há orientações para a organização e a limpeza do local de refeição.

Por que a alimentação no local de trabalho é importante?

Quem nunca ouviu aquele ditado da mãe ou da avó: saco vazio não para em pé! Ou ainda tomou um puxão de orelha para não exagerar e comer menos. Pois é, as regras de casa valem também para as empresas com o agravante de que as organizações cuidam de dezenas, centenas e até milhares de pessoas.

No fator alimentação, a maioria das companhias fornece vale-refeição, refeitórios no local e/ou restaurante corporativo. Se a sua empresa possui um restaurante interno, é fundamental pensar nas refeições oferecidas.

Isso porque, além de apoiar que os colaboradores tenham uma vida saudável, é possível melhorar a execução das atividades diárias a partir de uma boa alimentação e a ingestão correta de nutrientes.

Segundo pesquisa da Buck Consultants, os colaboradores de organizações que oferecem uma correta alimentação faltam 47% menos e produzem 60% mais.

Vale lembrar que o Brasil conta com altos índices de excesso de peso. De acordo com dados de 2018 da Vigitel, 55,7% da população adulta está com sobrepeso e 19,8%, com obesidade. Ou seja, este é um ponto de atenção para a alimentação na empresa, já que o desequilíbrio pode causar doenças como hipertensão e diabetes e, assim, os funcionários ficam suscetíveis a ausências e problemas com a própria saúde.

Então, este é mais um motivo para que os gestores se preocupem com a alimentação no local de trabalho de forma saudável e balanceada.

Saiba mais: Qualidade de vida no trabalho: 9 ações que você precisa investir

Como a alimentação pode prejudicar os colaboradores

Como já falamos anteriormente, a alimentação no local do trabalho precisa ser equilibrada. Se ela pender para algum lado, pode trazer prejuízos para os colaboradores, afetando o seu desempenho.

Por exemplo: se o funcionário comer pouco ou não ingerir alimentos que tragam energia, como por exemplo ter um prato só de saladas, ele pode sofrer com dor de cabeça, render abaixo do esperado, ter falta de foco e concentração. 

Já, se a alimentação for volumosa como aquele belo prato de feijoada, corre-se o risco do profissional ter cansaço, pouca disposição, falta de motivação, sono excessivo, entre outros.

Em contrapartida, o consumo de ingredientes adequados pode contribuir para uma melhora na performance, eficiência, humor, saúde e qualidade de vida no trabalho. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 20% dos funcionários podem elevar sua produtividade seguindo uma alimentação saudável.

Principais benefícios da alimentação equilibrada

Depois de ver tudo que pode dar de errado com uma alimentação problemática, vamos ver o que as refeições equilibradas podem gerar de benefícios:

Aumento da produtividade: a maior vantagem da alimentação adequada é a produtividade e o aumento de desempenho. Isso porque não há indisposição nem falta de energia por conta de uma comida pesada ou leve demais.

Redução das faltas por doença: com consumo correto de nutrientes, proteínas e carboidratos, a saúde dos colaboradores melhora e cai o risco de faltas por doenças, minimizando o absenteísmo.

Melhora da concentração e da memória: o restaurante corporativo deve oferecer diversificação de frutas e folhas. Esses elementos são importantes e contribuem com o aumento do foco, concentração e memória.

Redução de estresse e ansiedade: ter uma alimentação balanceada ajuda a diminuir os níveis de cansaço, irritação e nervosismo, o que contribui para um melhor ambiente de trabalho para a rotina das equipes.

Maior comprometimento: oferecer uma boa alimentação no local de trabalho garante maior satisfação dos colaboradores com a empresa, gerando comprometimento e engajamento.

Manutenção do bem-estar físico e mental: como consequência de todos os benefícios apresentados acima, é possível garantir a saúde e o bem-estar.

Uma outra pesquisa da Universidade de Brigham Young, nos Estados Unidos, comprova esses benefícios. Conforme o estudo, os colaboradores com hábitos alimentares ruins tendem 66% mais a ter queda de produtividade. Além disso, deixar de comer frutas e vegetais regularmente pode derrubar o rendimento em 93%.

Boas práticas de alimentação no local de trabalho

Depois de conhecer todas as vantagens que a sua empresa pode obter com o fornecimento de uma alimentação adequada, vamos te ajudar e trazer dicas para tornar a refeição saudável.

Os alimentos devem ter as quantidades apropriadas de nutrientes, como carboidratos, proteínas, lipídios, minerais e vitaminas, e água. Uma dieta assim consegue satisfazer as necessidades fisiológicas de cada pessoa.

De forma mais prática, vale dar preferência às carnes magras, legumes, verduras e cereais integrais. Também deve-se evitar o consumo de alimentos fritos e muito gordurosos. 

Outras opções que podem e devem ser fornecidas aos colaboradores são frutas, laticínios com baixo teor de gordura, castanhas, nozes, avelãs, amêndoas e outras oleaginosas. Esses alimentos ajudam a melhorar o sistema imunológico.

Como adotar um restaurante corporativo para oferecer as refeições

Para aproveitar os benefícios de oferecer a alimentação no local de trabalho, os gestores precisam ir além de implementar boas práticas nas refeições dos funcionários. É necessário também organizar um restaurante corporativo, independentemente do tamanho da organização e da obrigatoriedade do mesmo.

Veja um passo a passo de como estruturar o espaço do restaurante:

Instalação do restaurante para alimentação no local de trabalho

  1. Procure um local que consiga comportar pelo menos um terço da equipe de trabalho de cada turno da sua empresa.
  2. O ideal é que o espaço seja próximo da organização, mas fora das dependências internas. Assim, só de sair da companhia para ir ao restaurante, o funcionário vai respirar novos ares e se distrair, estando pronto para a volta.

Organização interna do restaurante corporativo

  1. Preze por uma local limpo e higienizado para garantir a sensação de bem-estar dos funcionários ao estar no ambiente e evitar microrganismos causadores de doenças. Este ponto é ainda mais importante nos tempos atuais de coronavírus, necessitando de cuidado redobrado.
  2. Proporcione iluminação e ventilação adequadas. Afinal, ninguém merece fazer a alimentação no local de trabalho no escuro e passando calor.
  3. Disponibilize mesas e cadeiras para o número correspondente de funcionários para que ninguém fique sem local para sentar durante as refeições.
  4. Não se esqueça de ter ambientes com ar moderno que promovam o conforto das pessoas.

Instalações sanitárias no restaurante

  1. Não deixe de colocar pias e lavatórios pelo salão do restaurante para os funcionários lavarem as mãos.
  2. Disponibilize álcool em gel em dispenser na entrada e nas mesas para o uso das pessoas a fim de evitar contaminações e disseminação de doenças, como a Covid-19.
  3. Procure colocar um banheiro acessível para pessoas portadoras de necessidades especiais no estabelecimento a fim de garantir a acessibilidade.

Procedimentos na cozinha do restaurante

  1. Tenha uma cozinha industrial equipada para produzir as refeições necessárias para a alimentação no local de trabalho.
  2. Forneça água potável tanto para a limpeza e higienização do local, como dos alimentos (frutas, verduras e legumes).
  3. Tenha estufas para aquecer a alimentação de forma natural e manter seu valor nutritivo.
  4. Disponibilize aos trabalhadores dos restaurantes os equipamentos necessários para elaborar a comida, realizar o atendimento, cobrar o pagamento e outros procedimentos, como roupas, luvas, máscaras e outros..

Alimentação no local de trabalho propriamente dita

  1. Compre alimentos de qualidade para a elaboração dos pratos./
  2. Tenha pratos específicos para cada dia da semana, criando um cardápio recorrente.
  3. Como já dissemos antes, invista na diversidade de itens e no equilíbrio das refeições.
  4. Conte com um nutricionista para passar orientações para a equipe de cozinha.

Leia também: Por que investir no restaurante corporativo vai trazer ótimos resultados? Saiba aqui

Como garantir a melhor refeição na sua empresa?

Para que sua empresa ofereça a melhor refeição possível no local de trabalho e contemple todos os itens listados acima, nada melhor do que contar com uma empresa de alimentação especializada no assunto. 

Com mais de 20 anos no mercado, a Revolv atua no mercado de facilities (higienização e desinfecção de ambientes), segurança (proteção inteligente) e alimentação (restaurantes corporativos).

Contamos com a solução de restaurante corporativo para promover melhor produtividade e satisfação de seus colaboradores. Desenvolvemos projetos personalizados de acordo com sua necessidade e orçamento.

Para isso, criamos ambientes confortáveis e modernos para acolher os colaboradores, assim como pensamos no cardápio com opções saudáveis e saborosas, com ótima apresentação e acompanhamento nutricional.

Ficou interessado em saber mais detalhes? Entre em contato conosco e tenha a melhor opção de restaurante corporativo no seu local de trabalho!

Refeitórios em empresas: o que a lei diz sobre eles?
O que você precisa considerar no que diz respeito aos refeitórios em empresas? Veja os requisitos!
Saiba mais
Principais EPIs para restaurantes corporativos
As EPI para restaurante são muito importantes para a segurança dos funcionários.
Saiba mais
Boas práticas de manipulação em serviços de alimentação: 4 tópicos importantes
Contar com boas práticas de manipulação em serviços de alimentação é muito importante.
Saiba mais